You are currently browsing the tag archive for the ‘medo’ tag.

Ultimamente ficou complicada a situação aqui em casa: a turma disputa telefone, computador, câmera e tablet, ao ponto de não poder ver um na frente pra começar o chororô. Quem dança sou eu, que acabo perdendo vários flashs da criançada porque se alguém me ver mexendo num desses equipamentos, já era…

A Elisa gamou nos joguinhos do iPad – também não tem quem não se enfeitice por aquela App Store, vamos combinar… Mas se o irmão vê a maquininha lá de longe, vem quente pedindo, nem que seja só pra ficar passando as fotos com o dedinho gorducho e rápido.

Eu sinceramente fico dividida. Não gosto do excesso de tecnologia que inunda a criançada hoje em dia. Sou “urbaninha”, como diz meu marido, mas pra coisas de infância ainda sou meio à moda antiga, acho que tem que brincar no sol, correr e brincar de “faz de conta”, que ensina muito mais do que o teclado e o joguinho que não exige criatividade.

Mas também não dá pra privar totalmente, até porque a galera andou inventando umas brincadeiras bem inteligentes, e pior, viciantes! O que eu tento fazer é usar positivamente, e com moderação. No teclado, por exemplo, a gente brinca de aprender as letras, e a danada ainda vai fazer 5 anos mas já sabe escrever umas palavrinhas… E assim por diante, mas eu sei muito bem que dentro de pouco tempo não sou eu que vou escolher o tipo de brincadeira…

A Elisa gosta de desafio. Não tem medo de nada, e tem certeza do que quer. Eu acho isso o máximo, mas como qualquer coisa, quando é demais, estraga. Tenho tentado trabalhar isso com ela. Hoje foi na aula de natação, e não quis entrar na piscina. Empacou e não desempacava. Haja paciência! Agora, quando põe na cabeça que vai fazer alguma coisa, é inacreditavelmente insistente. Exemplo: esse arvorismo, que eu fiquei morrendo de medo:

Arvorismo

É, mamãe, esse é só o começo…! 🙂

 

Anúncios

Elisa adora ouvir uma história. Mas tem uma condição importantíssima: não pode ter LOBO e nem BRUXA!

Não lembramos de nada marcante que tenha acontecido para despertar esse medo, mas ultimamente, ela não pode nem ouvir falar neles. “Então de que histórias você gosta, Elisa?” perguntou Tia Lili na escola, depois de vê-la desesperada com a historinha da Chapéuzinho Vermelho. “De todas, menos das que têm lobo e bruxa”, respondeu ela, prontamente.

Semana passada, depois desse dia da escola, a coitada chegou a acordar várias vezes à noite, sonhando com a tal do lobo. Conversamos na escola, e todos trabalharemos para ajudá-la a superar este medo, natural da idade, mas que a faz sofrer… Até o presente que ganhou de aniversário da Pri, com historinha da Chapeuzinho em DVD, baixou um semblante pesado na garotinha, em plena abertura de presentes, pós festa. E rendeu aquela pergunta aflita, de madrugada: “Lobo não existe mesmo, papai?”

Quem não gostaria de viver também no mundo das princesas, fadas e cinderelas???

Estava tudo ótimo, até 23h30 mais ou menos, quando começaram os rojões. É triste ver sua filha desesperada de medo…! O barulho estava realmente alto, os vizinhos soltaram muitos rojões até quando, graças a Deus, a chuva apertou, e pouco depois da meia-noite tudo tinha terminado. A cada ano a Elisa fica com mais medo dos fogos… e não sabemos o que fazer! Até porque medo é medo, não tem muito como evitar, eu acho. Coitada, quem sabe no próximo ano ela enfrenta melhor esse medo, sem tanto choro e gritaria.

A priminha Luana, por sua vez, nem ligou… Coisas da infância: uma tem medo de Natal (Luana não pode nem ouvir falar de Papai Noel), e outra do Reveillon…!

Idade da Elisa

Lilypie Kids Birthday tickers

Arquivo

Categorias

Acessos

  • 201,021 visitas