You are currently browsing the tag archive for the ‘férias’ tag.

Hoje foi a última reunião de pais na escola da Elisa, neste ano. Semana que vem teremos a festa de encerramento, na quarta, e depois… férias! Serão 45 dias, como se as mães não trabalhassem e deixassem os filhos na escola só por passatempo. Em 2012 ela irá ao Maternal II, finalmente, porque faz aniversário dia 08/08, então teve que repetir um ano – agora é lei: criança só entra no primeiro ano com 6 anos completos até 30/06. Dessa forma ela andava meio desestimulada, e eu também com a escola, que é ótima e pertinho do meu trabalho (um quarteirão).

Quando cheguei da reunião ela adorou ver comigo os trabalhinhos e o portifólio dela. Teve uma cena que foi demais: no meio do material tinha uma mensagem da professora (a mesma desde que ela entrou na escola, há 1 ano e meio), dizendo, dentre outras coisas, que ela estava “feliz por ver que a Elisa se desenvolveu e irá para o Maternal II, e ao mesmo tempo triste porque não estará mais em minhas mãos”. Quando terminei de ler a mensagem para ela, me disse: “O que, mamãe, que você falou de triste? De mãos? Não entendi…” Que linda! Li de novo, expliquei, ela compreendeu, e acabou achando legal trocar de turma e de professora. Bolei o maior romance sobre o tema! Que fofa…!

Já me haviam dito que é nos três anos que a criança mostra sua personalidade. Se a adolescência é a transformação da criança em adulto, a fase dos três anos é a transformação do bebê em criança. A Elisa não foge à regra. Da hora que acorda até segundos antes de pregar os olhos, é ela quem quer mandar. E pensa que manda. Melhor, tem certeza. Ela fala tudo com uma desenvoltura e segurança que acabam exigindo de nós criatividade e muita habilidade nas argumentações. Se na vida adulta ela tiver, para enfrentar seus desafios, essa mesma persistência que tem hoje prá conseguir o que quer, ninguém segura!

Ela percebe absolutamente tudo o que está à sua volta, comenta tudo, participa, questiona e até corrige a gente! E pior: agora ela quer usar com a gente os mesmos métodos que usamos com ela. “Come a última colherada da comida que depois eu pego as fotos para você”, por exemplo, a gente pode dizer. “Não, pegue as fotos e depois eu como”, ela rebate. E quantas vezes precisar, sem desistir.

E por aí vai. Quer escolher as roupas, se vestir sozinha, colocar umas por cima das outras, e de preferência tudo rosa.

Outro dia foi demais: era sábado cedo. Nós dois, acordados, curtindo preguiça na cama, ouvimos bater uma porta de armário. Dali a pouco aparece ela, já de roupa, e não pijama. Sorriso abertão. “O que é isso, Elisa?!” “Tô pronta, mamãe”. “E por que você está gelada assim?!” “Fiz xixi na cama, tomei banho e tô pronta!” Fui conferir. A cama estava mesmo ensopada de xixi, o banheiro todo desorganizado e molhado, toalha no chão. A danada fez tudo sozinha, de fato. Fiquei orgulhosa e dei-lhe os parabéns pela independência. O xixi a gente dispensa, expliquei…

Agora terminaram as férias. Voltou às aulas com a corda toda. Durante as três semanas de folga nós convidamos a Giulia, 15 anos, prima-tia que ela ama e copia em tudo, para fazer companhia.

Várias tardes de brincadeira também com a prima Luana e com o Bruno, os dois até se aproximaram mais e agora estão bem amiguinhos. Faltou só o Lucas, que como diz a Luana, “ainda está bebê”. Aliás, MEU AFILHADO! Fiquei tão feliz com o convite!!!

Bom, dia 08 está aí. A festinha faremos no dia 13, véspera do Dia dos Pais. Temos, pois, deliciosas comemorações pela frente!

Nem mesmo nas rápidas férias de 10 dias que tiramos consegui achar tempo para passar por aqui e registrar as novidades da nossa vida com a Elisa, e agora também com o Bruno cuja chegada tanto se aproxima.

Amanhã já retornaremos ao trabalho, mas ao menos pude comprar o que faltava do enxoval (quase tudo) e aproveitamos para passar uns dias em grude total com a Elisa, no Monreale Hotel Resort, em Poços de Caldas, e depois na casa da vovó Edimar, também em Minas. Elisa retorna à vida normal mais sapeca do que nunca, esperta e falando absolutamente tudo, depois de tantos dias só com papai e mamãe fazendo todas as suas vontades… Ah, faz parte, né?

Bruno está cada vez mais próximo, agora bem apertado no barrigão de 8 meses. Elisa está cada vez mais familizarizada com a idéia, e a pedadoga da escolinha também já nos deu algumas dicas legais para tentarmos amenizar os ciúmes que inevitavelmente virão. Vamos nessa!

Depois de quase 1 ano construindo nossa casa, estamos de mudança marcada para quinta-feira.

Mudança

Quando a Elisa nasceu morávamos numa chácara; era uma delícia, porém, um pouco distante da cidade, e gostaríamos de mais praticidade para o dia-a-dia. Então vendemos e viemos para um apartamento alugado, enquanto durasse a obra da nova casa, agora dentro da cidade, e num condomínio fechado.

Agora chegou a hora da mudança. O apartamento já está de pernas pro ar, caixas pra todo lado, e entre elas, a Elisa com seus brinquedos… A partir de amanhã eu e Papai estamos em férias do trabalho, para podermos cuidar de tudo e ainda curtir a casa nova e a filhota, por 20 dias. Então por esses dias vai ficar difícil passar por aqui, porque terei dias de muito trabalho pela frente. Ainda bem que a Elisa “ajuda” bastante – eu tiro da gaveta, coloco na caixa, ela tira da caixa e joga no chão, ou leva lá prá longe!

Bem, o próximo post provavelmente já será da casa nova. Espero que a internet lá não demore muito prá começar a funcionar…! Até lá!

Idade da Elisa

Lilypie Kids Birthday tickers

Arquivo

Categorias

Acessos

  • 191,798 visitas