You are currently browsing the tag archive for the ‘birra’ tag.

Dia 12 de outubro, aquela delícia: Elisa ganhou presente até da babá (massinha, tintas e colas coloridas que ela tanto ama). Livro da vovó, brinquedo de massinha do Tio Má, Barbie que corta o cabelo da mamãe e do papai, carro da Polly da Luana, enfim, foi a festa.

Pois bem, no dia seguinte, indo para a casa da Vovó em Sacramento/MG, eis que ela ficou apaixonada por uma “lava-lava” que viu no bendito Discovery Kids. “Então pronto, Elisa, você pede para o Papai Noel no Natal!” – demorou mas convenci.

Dois dias depois, na volta, estávamos novamente no shopping para aquele almoço tumultuado mas inevitável, e a nova paixão foi por uma casinha de montar. Eu nem sei como é, porque ela estava com o pai na loja, e voltou chorando. Foi por pouco que ele não comprou, eu intervi a tempo de evitar. Maldade? De jeito nenhum! Narrei para ela, na mesma hora, todos os presentes que ela ganhou e eu já descrevi acima.

Ela arrematou, aos prantos: “então, agora eu quero ganhar essa casinha de mim!”

Mamãe, tolinha… Ainda não aprendeu que ela tem resposta pra tudo???

Mas ficou sem presente dela mesma… Combinamos de comprar quando os brinquedos novos ficarem velhos, sei lá, acho que é melhor assim…

Até agora a Elisa tinha praticado apenas pequenas birras – quando não queria largar um treco perigoso, sentar na cadeirinha do carro, trocar a fralda, ou outras coisitas corriqueiras…

Mas neste sábado ela foi longe demais. Pude sentir na pele o que as mães desesperadas chamam de “birra”. Foi uma demonstração louca de raiva, muita raiva, porque não pôde ficar um pouco mais, ou seja, o dia todo, na cama elástica. Ela AMA este brinquedo, e como há uma semana atrás pôde brincar, sozinha, uma tarde inteira na cama elástica no churrasco do turma da empresa, porque era só ela e mais uma criança, então achou que a regra era essa.

Porém, neste sábado, estivemos numa festa de batizado com várias, várias crianças, e todas elas queriam, é claro, brincar na cama elástica. Pois a Elisa armou o maior E S C Â N D A L O da sua vida. A loucura pela cama elástica juntou-se ao sono e à fome (sem querer comer, também por causa da cama), e o resultado foi que tivemos que ir embora da festa, sem nem bem termos chegado…! No carro, ela continuou berrando igual uma doida, chegava a engasgar, ficou inchada, empurrava a chupeta, minha mão e recusava qualquer outra tentativa minha de acalmá-la. Chorou por muito tempo, até dormir…

Sinceramente, nem parecia a Elisa que eu conheço há 16 meses, mais os 9 na barriga. A raiva e a contrariedade transformaram minha garotinha doce, numa menina mais que brava, furiosa.

Eu, como mãe, ainda tento decifrar meu sentimento, um misto de dó, raiva, incompetência, vergonha, desconhecimento, e aflição por saber que ESSA FOI SÓ A PRIMEIRA VEZ!!!

Gente, quem já passou por isso sabe dizer o quê fazer???

Idade da Elisa

Lilypie Kids Birthday tickers

Arquivo

Categorias

Acessos

  • 191,616 visitas