Elisa terminou de tomar o leite no sofá, me olhou e lançou essa: “Mamãe…”. “Oi filha”. “Não pode falar ‘puta saco’?”. “Não, filha”. Silêncio por um momento. “Mas mamãe, então por que existe essa palavra?!”. Riso contido. “Ah, filha, existem muitas palavras feias, mas a gente não deve usar”…

Ai, ai, cada pergunta. Pior é que ela já está sacando que palavras feias como esta servem para muita coisa neste mundo… rss… mas mãe tem que negar, né. Neguei. Vamos ver se colou.

Anúncios