Elisa ADORA desenhar. E sabe! Na última reunião na escola a professora já havia se mostrado admirada com o capricho dela nos trabalhinhos de pintura. Mas um dia desses fiquei surpresa com sua habilidade nos traços. Ela me disse que ia me desenhar, e confesso que eu não esperava mais do que um rabisco próprio de uma criança de 2 anos e meio. Quando vi o resultado, fui incentivando que desenhasse toda a família, e adorei ver que ela tem total noção que tem que fazer a cabeça, o rosto, cabelo, as pernas, e faz até os pezinhos!!!

“Essa é a Luana deitada na sua caminha”, me explicou sobre aquele trecho ali no alto do segundo desenho, cantinho esquerdo. Pode?!

Vovô Sérgio sempre foi um ótimo desenhista, e eu me lembro bem dos lindos desenhos que ele fazia quando eu era pequena, principalmente de animais. Foi assim que também descobri meu talento para isso, e graças às aulas de desenho artístico que freqüentei por mais de 5 anos, aprendi muito e tenho vários trabalhos dessa época da adolescência e juventude. Com a Elisa, também sempre estimulamos porque ela pede demais para desenharmos com ela; portanto, impossível saber se essa habilidade é efeito da estimulação ou da genética. Penso que deve ser mesmo uma soma de ambas as coisas, e quem sabe logo logo será ela que freqüentará a escolinha de desenho do Marco Cavallari, meu mestre nessa área!

Agora ela também se apaixonou por quebra-cabeças. No início foi até engraçado porque ela não entendia o motivo desse brinquedo ter este nome. Acho que até agora fica meio intrigada com isso, mas já aprendeu que é assim que se chama, e refere-se a ele direitinho. No batizado do Bruno ela ganhou um quebra-cabeça da Arca de Noé, da Tia Lúcia e da Kátia (valeu!). Vantagens de ser a irmã mais velha mas ainda ser “bebê”… Pois bem, de lá prá cá, queria montar todo dia, às vezes duas ou três vezes, incansável! Nas primeiras vezes ficava em êxtase quando conseguia encaixar cada pecinha, com a nossa ajuda, principalmente do papai que tem uma carga enorme de paciência para brincar com ela TODA NOITE. Agora, não é que ela sabe montar as 30 peças SOZINHA???

Aí, depois de montado, o brinquedo ainda rende histórias sobre a Arca de Noé, exercício de adivinhar os nomes de todos os animais, brincadeiras sobre trocar os nomes deles, ou seja, asas para a imaginação…!

Anúncios