Ela pega as pedrinhas brancas do vaso, olha prá gente, e ela mesma faz “nananananão” balançando o dedinho (e o bracinho, a cabecinha, tudo junto).

Sabe onde é o narizinho, a boquinha, o olhinho… tanto dela quanto da vovó, da mamãe, do papai, e por aí vai.

Canta “pa…bem….pa….ba….” batendo palminha, ou seja….! Parabéns a você!

Levanta o bracinho lá no alto quando a gente pergunta “Quem quer bolacha?”, ou “quem quer mamar?”, ou “quem quer o pepê (chupeta)”, ou qualquer outra coisa que ela gosta muito; se for muito bom mesmo, ela até faz um “eeeeee” junto com o bracinho, um arraso.

Imita várias coisas que o padrinho faz, aponta e grita quando quer muito um negócio qualquer, entra e sai sozinha do elevador, carrega a bolsinha, quer calçar o sapato (nela, na mamãe, e nos outros que estiverem com os pés por perto), passar creme então ela adora, e também pentear o cabelo, e outras coisitas de mulher….

roupa_princesa

Esta é a Elisa aos 13 meses e meio. Inteligente demais para a idade, gente! Que delícia… E como aprende fácil, a danada. Principalmente o que não deve, claro. O pior é que fica quase impossível não rir quando ela faz uma traquinagem planejada, e olha com aquele sorriso misto com fusquinha. É mole?!

Anúncios