Cheia de personalidade, a Elisa agora aprendeu a dar seus berros. Chora gritado quando é contrariada, e também de madrugada, talvez por causa de pesadelos…? Comentei com o pediatra, e segundo ele nessa idade o bebê sonha muito mesmo. Mas gente, ela chora desesperada demais… se for mesmo pesadelo, haja Bicho Papão!

Não é toda noite, mas vez ou outra ela acorda chorando desesperada, e preciso pegá-la no colo, levar para a sala, mostrar que ela está em casa, com a mamãe, seus brinquedos, e tudo o mais. Mesmo assim é difícil, muito difícil fazê-la se acalmar, ela chora tão forte que até engasga! Vai um bom tempo até que ela vá se acalmando devagarinho, e depois pare de chorar, para voltar a dormir. Coitada, dá dó, muita dó, e muitas vezes fico sem saber o que fazer!

Quanto aos “escândalos” diurnos, é bem diferente. Ela chora de raiva mesmo! É interessante observar como esses sentimentos brotam expontaneamente num ser humano tão puro! Algumas vezes ela já tentou morder minha mão, quando tirei a mãozinha dela da tomada, do teclado do computador, ou do vaso de plantas cheio de pedrinhas.

O fato é que chegou aquela hora difícil, que jamais termina, de educar. Demonstrar quais são os limites, o que deve ou não deve ser feito, e muito, muito mais…! E agora, mamãe???

Com_bolsinha

Anúncios